Press "Enter" to skip to content

O mundo precisa de você

Um retorno ao amor

Nosso medo mais profundo não é que sejamos inadequados.

Nosso medo mais profundo é que sejamos incomensuravelmente poderosos.

É a nossa luz, e não a nossa obscuridade o que mais nos assusta.

Se perguntarmos a nós mesmos:

Quem sou eu para ser brilhante, esplêndido, talentoso e fabuloso?

Mas, de verdade, quem sou eu para não ser?

Você é um filho de Deus.

Bancar o pequeno não serve ao mundo.

Não há nada iluminado em encolher-se para que os outros não se sintam inseguros quando estão contigo.

Todos nascemos para brilhar, como fazem as crianças.

Nascemos para manifestar a glória divina que existe em nosso interior.

Esta glória não está em apenas alguns de nós, está dentro de cada um.

E quando permitirmos que a nossa própria luz brilhe, inconscientemente damos permissão para os outros fazerem o mesmo.

Ao sermos libertados de nosso próprio medo, nossa presença automaticamente liberta os outros.

Autora: Marianne Williamson | Imagem: Fonte

CompartilheShare on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *